29 de jun de 2010

Mais um cachecol de tear



 
Esse cachecol foi feito com ponto arrumadinho.
O gráfico está  AQUI, no blog da Regina - Tentando tricotar.
Tem um fio de lã de cone branca e um fio de linha Camila mesclada azul e branco.
Com 15 pregos de lagura e 1,20 m de comprimento.
Feito pela Luzia.
Eu fiz algumas carreiras apenas.








Ótima semana!



23 de jun de 2010

Colete de crochê com pontos altos feitos na vertical


Encontrei na internet.
O velho colete de volta nesta estação. 
Não tenho gráfico nem receita.
Mas acho que dá pra fazer no "olhômetro" ou sobre outra peça.
Pontos altos feitos na vertical.
E algumas missangas?
 O cinto é do mesmo material.
A bolsinha antiga eu dispenso...





Ótimos crochês!

21 de jun de 2010

Casaco com squares e pontos bem grandes


Encontrei o casaco da foto abaixo na internet, e estou mostrando como sugestão. 
O fio, parece que é da Cisne - Flama G - não sei se existe no Brasil, mas podemos improvisar, com tantos lançamentos no mercado.
Esses pontos enormes, com agulha de crochet n. 10, deve ser  um trabalho muito rápido e fácil de fazer.
Mãos à obra então!









desta revista:

20 de jun de 2010

Caixas lindas da Fernanda



Hoje eu trouxe mais duas caixas de MDF que minha sobrinha Fernanda faz.
A de cor rosa é caixa de manicure, de minha filha. e a verde é porta trecos, minha. 
São trabalhos lindos, que podem ser vistos em seu blog 

A loja, a maior no gênero, aqui da cidade,  onde ela faz as aulas de decoupage e pintura, está encomendando  seus trabalhos para exposição, pela beleza, criatividade e improvisação nos materiais utilizados.
Como já fiz em postagem anterior, e sem fazer demagogia ou apelação de drama, gosto de contar a história da Fê.
Ela nasceu com miopia congênita, sempre precisou usar óculos ou lentes, com aproximadamente 20 graus. 
E agora, aos 30 anos,  logo após o nascimento da primeira filha, sofreu descolamento do cristalino e perdeu a visão em um dos olhos.
E tudo indica que o outro olho também sofrera o mesmo problema, já que as condições são as mesmas, e os primeiros sintomas já estão aparecendo. 
A Fernanda teve que deixar a Faculdade de enfermagem, que ela adora, no último semestre.
E está afastada do serviço, pois não pode forçar a vista, nem fazer qualquer espécie de esforço físico, sob pena de descolar o cristalino do outro olho.
Seu caso foi levado até a uma reunião onde estavam, além, de seu médico, 8 ou 10 dos maiores especialistas no mundo, ocorrido ano passado na Europa, acho que na França, e todos foram unânimes em afirmar que seria muito perigoso mexer no olho "bom", tentando "segurar" o descolamento.
Então não há o que prevenir. É uma doença degenerativa.
Existe uma pequena esperança nas células tronco. Mas as pesquisas e experiências estão ainda no início.
Estou contando tudo isso porque ela é um exemplo de superação.
Ela tem uma família linda, marido e filha maravilhosos, pai, mãe e irmão também, e  é nessa base bem sólida que ela se apoia e encontra forças e alegria.  
Como não sabe ficar parada, é agitada, começou fazer aulas de pintura em MDF, primeiro fazendo as lembracinhas do aniversário da filha.
E não parou mais!
Tem uma loja de uma amiga que vende seus produtos, além das encomendas feitas, que são muitas.
Passem no seu blog e vejam, além de suas outras  peças,  como ela é linda, tem um sorriso encantador, contagiante, e uma força e coragem exemplares. 












Parabéns Fernanda!

19 de jun de 2010

Mais um cachecol de tear de pregos




Feito com lãs de cone cinza e preta.
Ponto escama, o gráfico está  AQUI, no blog da Analu. Você vai com uma cor, por todos os 15 pregos, passa as laçadas, termina essa ida e volta com outra cor e faz as laçadas dessa volta. O ponto fica bem largo, eu gostei.
Também feito pela Luzia, minha nora.






18 de jun de 2010

Cachecol em tear de tricô


Vejam que lindo cachecol feito em tear de pregos!
A lã mescla é Mollet, dois novelos.
 A cala é de 3 cm, o ponto é o zigue-zague, 16 pregos. 
Ficou um trabalho, tipo jacquard, lindo, mas não foi intencional, foi por puro acaso.
Minha norinha Luzia fez para sua mãe Dona Pedrina.






Ótimo final de semana!

17 de jun de 2010

Mini cachecol ou golinha windsurfing - mais um


Windsurfing é o nome do motivo deste cachecol.
É semelhante ao da postagem anterior, só que mais fechado.
Prático para o dia-a-dia.
A lã é Mollet e o contorno de lequinhos é linha Anne marrom.
Agulha 4 mm. 
O gráfico pode ser encontrado AQUI.









Ótimos crochês!


16 de jun de 2010

Mini cachecol ou golinha irresistível de crochê


Irresistível é o nome do fio da Círculo.
Aliás, são vários fios diferentes, emendados, como se fossem sobras.
Fiz dois motivos do ponto, na largura, e uma volta em pontos baixos.
Por ser um ponto bem aberto, e como usei agulha grossa, uso as aberturas entre os motivos para fechar como gola.
Usei agulha 5 mm.

















Ótimos crochês!

11 de jun de 2010

Cachecol de tricô de dedos


O tricô de dedos é o único tricô que, por enquanto,  eu sei fazer ...
Eu já tinha visto vídeos ensinando esse tricô com os dedos, mas recebi do Grupo Amigas do crochê o link desse vídeo da Vitória Quintal que é muito  fácil de seguir.
Comecei e não parei mais.
Minha filha gostou e pediu mais algumas cores.
É bem versátil porque dá pra se fazer várias combinações diferentes de cores, usando um só bem comprido -1,80 m, como o azul da foto abaixo, ou vários , mais curtos -1,20 m. 
Ele vicia mesmo...
Usei lã Mollet, nas cores mescla e abóbora, 1 fio,  e lã de cone nas cores azul e vermelho, 2 fios.








Ótimos tricôs!

9 de jun de 2010

Pulôver masculino de crochê


Finalmente consegui terminar e postar mais um trabalhinho. Este eu fiz para o Ricardo, meu meninão.
É o crochê jacquard, aquele com fio conduzido, que já mostrei em postagens anteriores. 
E as cores usadas são o cinza e  o vermelho queimado, lãs de cone, agulha 5mm.
O ponto é um pouco largo, de propósito para ficar bem solto.
Assim a peça, que é grande, não fica muito pesada, nem muito quente.
A foto não está sendo muito fiel nas cores, mas a combinação delas ficou muito bonita.
Meu Ricardo é grande, então fiz 100 pontos na largura,  em cada parte, frente e costas.
Na parte da frente foram então 25 bloquinhos de quatro pontos altos cada, alternando as cores da lã, conforme o desenho, que fui criando, enquanto fazia.
Nas cavas das mangas, na cintura e pescoço fiz ponto de punho 2 X 2. 
Não tenho gráfico nem receita.
Mas é fácil fazer, seguindo minhas dicas e aumentando a imagem, em alguma dúvida.

Aliás, uma dica interessante:

A barra da cintura, em ponto de punho, eu faço quando estou iniciando a frente ou a costa. Então, quando termino de fazer as oito ou dez carreireiras, eu subo, pela lateral, em ponto baixo, e começo o ponto fantasia lá onde eu fiz as primeiras correntinhas, onde comecei a faixa do ponto de punho. É a parte maior do punho, mais larga, e então, do outro lado fica mais fechado, no final da barra.



 Abaixo, a costa.
A cor é a da foto acima, mas ficou diferente nesta...
Fiz uma carreira de pontos altos e outra de meios pontos altos, alternadamente, para dar mais firmeza ao trabalho.





Ótimos crochês!


Blog Widget by LinkWithin